Alagoanos são presos em Sergipe após trocar tiros com a Polícia Militar - Manchete do São Francisco

últimas

Home Top Ad

Post Top Ad

27 de outubro de 2017

Alagoanos são presos em Sergipe após trocar tiros com a Polícia Militar

Prisão de Wesley e Cícero foi realizada durante ação conjunta das Polícias Militar de Alagoas e Sergipe. Eles são acusados de roubos de celulares.



Dois jovens que residem na cidade de Piranhas no Sertão de Alagoas foram presos na madrugada desta quarta-feira, 25, acusados de trocarem tiros com a guarnição do 4º – Batalhão de Polícia Militar de Sergipe. Cícero e Wesley são acusados de roubos de celulares, somente nesta terça-feira, 24, nove pessoas foram vítimas da dupla criminosa.

Segundo o comandante do Batalhão Sergipano, Fábio Rolemberg, Cícero e Wesley fizeram o arrastão e fugiram para o município de Piranhas que faz divisa com Canindé, durante perseguição os elementos atiraram na guarnição que revidou. Os bandidos adentraram na mata e conseguiram escapar do cerco policial.

Mas, na madrugada um indivíduo deu entrada no Hospital de Xingó vítima de arma de fogo na região do tórax, os profissionais da saúde acionaram a polícia alagoana que comunicou o fato aos militares sergipanos.

Durante depoimento, Cícero confessou o crime e entregou o comparsa. Militares da Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (COPES-CAATINGA) conseguiram localizar Wesley que foi preso.

Com os indivíduos a polícia apreendeu um revólver calibre 22, utilizado na pratica dos crimes, os jovens foram presos e encaminhados a Delegacia de Canindé do São Francisco, onde foram ouvidos e autuados em flagrante. Uma das vítimas reconheceu os indivíduos e atribuiu a participação de cada um, Wesley praticava o assalto e Cícero pilotava a moto. Os celulares não foram recuperados.

A reportagem do Radar 89 apurou com exclusividade que Wesley é natural de Delmiro Gouveia-AL, mas reside a um bom tempo em Piranhas, município vizinho. Wesley já é conhecido da polícia, no ano passado ele se envolveu em uma confusão, onde um militar acabou sendo alvo de indivíduos que acabaram furtando duas armas – uma pistola .40 e uma 380. Wesley foi preso dias depois, na residência de seu avô no centro da cidade de Delmiro Gouveia. Apenas uma arma foi recuperada.



Por Radar 89
25/10/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages