Hospital Regional de Propriá encerra ano com avanços no atendimento à população ribeirinha - Manchete do São Francisco

últimas

Home Top Ad

Post Top Ad

9 de janeiro de 2019

Hospital Regional de Propriá encerra ano com avanços no atendimento à população ribeirinha

Mais de 76 mil atendimentos. Esse é o balanço registrado de janeiro a novembro pelo Hospital Regional São Vicente de Paula, em Propriá, unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Foram 5.623 atendimentos cirúrgicos, 49.759 clínicos, 10.819 pediátricos, 3005 obstétricos e 7.658 ortopédicos, dados que evidenciam o compromisso da gestão estadual em dar resolutividade às demandas otimizando cada vez mais o atendimento à população.
 A criação de um novo espaço para a realização de pequenos procedimentos cirúrgicos foi um grande avanço para a unidade hospitalar, viabilizado com a chegada de um bisturi elétrico, encaminhado pela SES, que atendeu a uma necessidade da comunidade, observada pela equipe de gestão do hospital.
A superintendente Patrícia de Britto, garante que o apoio do gestor foi decisivo para transformar em realidade um antigo desejo da equipe do hospital. “Recebemos todo incentivo do secretário Valberto de Oliveira que autorizou nossas solicitações e da Central de Equipamentos da SES, que nos enviou um bisturi elétrico imediatamente ao nosso pedido, viabilizando a abertura da sala”, disse Patrícia.

Novos equipamentos
 A chegada de novos equipamentos , em 2018, foi comemorado pela gestão da unidade, que, agora, pode atender melhor os usuários. A SES, através do diretor da Fundação Hospitalar de Saúde, Jorge Kleber, entregou monitores multiparâmetros,  detectores fetais, sonares que são de grande importância para a assistência e apoio ao paciente.
A chegada de um aparelho para a realização de ultrassonografia fez toda a diferença na rotina do hospital, que é dotado de uma maternidade, tem uma boa demanda para esse tipo de exame de diagnóstico, que serve para visualizar em tempo real qualquer órgão ou tecido do corpo. De acordo com Patrícia Freitas, a implantação do serviço de ultrassonografia deu mais agilidade aos diagnósticos e promoveu maior conforto aos pacientes. Os usuários têm, agora, acesso a ultrassonografia transvaginal, abdominal total, abdominal inferior e superior, ultrassom das vias urinárias; obstétrica e ultrassom das partes moles.

Para o secretário de Saúde, Valberto de Oliveira, esse foi um grande momento para a população do município e pacientes da região, que não precisam mais se deslocar para outros municípios a fim de realizar o exame. “Com um aparelho de ultrassonografia, paramos com a prática de transportarmos pacientes para outros hospitais a fim de realizar exames simples como a ultrassom”, disse o secretário.

A superintendente Patrícia destaca como pontos positivos em 2018 também a implantação do Protocolo  antimicrobiano com redução em 50% de infecções na unidade hospitalar. “Este ano foi de muitas conquistas e aproveito a oportunidade para agradecer a todos os funcionários e colaboradores do hospital regional pela dedicação diária e por darem o seu melhor. Agradeço, também ao secretário doutor Valberto, pela confiança em meu trabalho e por todo o apoio irrestrito para que a nossa unidade atenda cada vez melhor a população”, agradeceu.


ABN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages