Presidente da Câmara de Propriá cobra nomeação de novo Diretor Técnico para Hospital Regional de Propriá - Manchete do São Francisco

últimas

Home Top Ad

Post Top Ad

12 de abril de 2019

Presidente da Câmara de Propriá cobra nomeação de novo Diretor Técnico para Hospital Regional de Propriá

Segundo o parlamentar, é inadmissível que essa situação persista, já são mais de três meses que a unidade está funcionando sem Diretor Técnico e nada é feito para solucionar o problema.

Na sessão ordinária realizada na última quinta-feira, 11, o Presidente da Câmara De Propriá, Aelson Publicidade (PSD), cobrou ao Governador do Estado, Belivaldo Chagas (PSD) a nomeação de um novo diretor técnico para o Hospital Regional de Propriá. “É um absurdo, considerando o fato de que a ausência de um diretor técnico numa unidade hospitalar prejudica todo o atendimento a população”, complementou Aelson.   

A reclamação foi realizada no Grande Expediente da Casa Legislativa, segundo o parlamentar, “é inadmissível que essa situação persista, já são mais de três meses que a unidade está funcionando sem Diretor Técnico, e nada se faz para resolver o problema”, completou. Aelson aproveitou o ensejo e fez denuncias que há profissionais na unidade de saúde que recebem sem trabalhar, com remunerações altíssimos, fato que não condiz com a produtividade dos mesmos, devendo ser tomada providências.  

Aelson preferiu endereçar as criticas diretamente ao Governador do Estado e eximiu de críticas à atuação do Secretário de Estado da Saúde, Dr. Valberto Lima, no caso. “Acredito e confio no compromisso do Secretário de Saúde, ele é preparado e tem a confiança do governador. Mas precisamos tomar uma definição definitiva sobre a forma como o Hospital vem sendo administrado, e aqui não se trata de uma critica de natureza politica, estou falando de gestão. Por isso faço meu apelo ao Governador Belivaldo Chagas nessa questão”, finalizou.  

De acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM), é atribuído ao cargo de Diretor Técnico as tarefas relativas à qualidade da assistência, como a de dirigir e coordenar o corpo clínico da instituição, supervisionando a assistência aos doentes e zelando também pelo cumprimento do regimento interno e demais normas balizadoras da boa prática médica. É sua obrigação garantir o fluxo de informações sobre os pacientes internados entre os diferentes plantonistas, bem como assegurar a disponibilidade de insumos e medicamentos essenciais para diagnóstico e tratamento das doenças, além de garantir que todos os doentes internados tenham seu médico assistente.

Câmara Municipal de Propriá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages