Sergipe é considerado o 5º estado mais violento do país - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

29 de novembro de 2011

Sergipe é considerado o 5º estado mais violento do país

Seis dos oito estados mais violentos estão na região Nordeste


O Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado na última quarta-feira, 23, destacou que o Estado de Sergipe é o quinto mais violento de todo o Brasil. Sergipe lidera nos crimes de latrocínio e homicídio culposo no trânsito. É o segundo colocado em roubo, terceiro em estupros e crimes violentos letais e intencionais. Apesar da colocação, o Estado teve o maior aumento nos gastos com segurança 48,36%, Pernambuco aumentou 16,65%, Paraíba 2,51% e a Bahia 0,48%.

Os estados nordestinos são os mais citados no anuário por não conseguirem reduzir as taxas de homicídios. Seis dos oito estados brasileiros mais violentos estão no nordeste. Alagoas lidera 68 homicídios para cada 100 mil habitantes, Paraíba 38 por 100 e Pernambuco 36 por 100. Sergipe é o quinto com 33 homicídios para cada 100 mil habitantes, Bahia é o sétimo com 31 por 100. Na frente de Sergipe, em quarto lugar, ficou o estado do Pará com 35 por 100.

Gastos com segurança pública

Em relação aos investimentos em segurança pública, os gastos totalizaram R$ 47,5 bilhões no ano passado, um crescimento de 4,4% em relação ao ano anterior. Apesar do aumento nacional, a região Sudeste (a mais populosa do país), diminuiu os gastos em 10%: de cerca de R$ 20 bilhões em 2009 para R$ 18 bilhões em 2010.

Em São Paulo, a verba caiu 27,62% –de R$ 10,12 bilhões para R$ 7,32 bilhões. O governo estadual negou a informação. Os outros três Estados da região, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, aumentaram seus investimentos em 9,86%, 5,17% e 5,49%, respectivamente. “Apesar do impulso, São Paulo continua sendo o Estado que mais investiu no setor, em volumes absolutos. Em seguida, aparece Minas Gerais, que gastou R$ 5,91 bilhões, Rio de Janeiro, com R$ 3,91 bilhões, e Espírito Santo, com R$ 768,75 milhões”, diz o estudo.

As despesas com policiamento foram os que mais caíram. São Paulo gastou, em 2010, R$ 2,63 bilhões a menos do que em 2009. Rio de Janeiro foi o único Estado da região a aumentar os recursos para policiamento, disponibilizando R$ 416,73 milhões –um total 36,38% maior do que o ano anterior.

Mas o governo fluminense foi o que mais reduziu as despesas com Defesa Civil, restringindo o orçamento em 10,71%, de R$ 136,29 milhões, para R$ 121,7 milhões. São Paulo,foi o único Estado a ampliar a verba na área: era de R$ 19,98 milhões, em 2009, e chegou a R$ 28,46 milhões, em 2010.

Fonte: Anuário de Segurança Pública 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages