Déda decreta Luto Oficial de 3 dias pela morte de Zé Peixe - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

28 de abril de 2012

Déda decreta Luto Oficial de 3 dias pela morte de Zé Peixe








O governador Marcelo Déda decretou Luto Oficial de três dias pela morte de José Martins Ribeiro Nunes, 83 anos, mais conhecido como ‘Zé Peixe`. Segundo informações de familiares, Zé Peixe faleceu antes mesmo de chegar ao hospital. O corpo de Zé Peixe vai ser velado às 20h, na Capitania dos Portos, e o sepultamento acontece nesta sexta-feira (27) no cemitério Santa Isabel, em horário ainda a definir.
Para o governador, que recebeu a notícia da morte de Zé Peixe quando estava em Carmópolis visitando obras, Sergipe perde um personagem simbólico. "Um sergipano ilustre, um filho do povo. O amor pela natureza, a coragem pessoal, e paixão pelo mar marcaram a sua biografia. Todo o desenvolvimento de Sergipe, especialmente aquele trazido pela Petrobras, teve a participação de Zé Peixe. Era um grande prático do Porto de Sergipe. Era, talvez, o único prático que sabia, naquela época, conduzir os barcos da Petrobras, os navios e outras embarcações que adentravam o rio Sergipe".
Déda disse ainda que Zé Peixe é um dos mais importantes filhos da história de Sergipe. "Identificado com o nosso estado, símbolo dos valores da gente sergipana, corajoso, amante e protetor da natureza, uma lenda de Sergipe, um nome que deverá ficar na memória do nosso povo como símbolo de heroísmo e sergipanidade".

Sobre Zé Peixe


 


José Martins Ribeiro Nunes, mais conhecido como Zé Peixe, nascido em Aracaju em 5 de janeiro de 1927, foi um prático brasileiro que se tornou uma figura lendária no estado devido ao seu modo incomum de exercer sua atividade. Foi agraciado com diversos prêmios e homenagens, e é lembrado como um dos sergipanos mais notórios de todos os tempos.
Por muitos anos, Zé Peixe atuou como prático, conduzindo embarcações que entravam e saíam de Aracaju pelo Rio Sergipe. O inusitado, em sua tarefa, se devia ao fato de não necessitar de embarcação de apoio para transportá-lo até o navio.
Fonte: ASN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages