Desempenho sólido de SE é destaque na conferência promovida pelo Bird - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 10 anos desde 08/03/11

Últimas

10 de abril de 2012

Desempenho sólido de SE é destaque na conferência promovida pelo Bird

Déda destaca conquistas do estado nas áreas de infraestrutura, economia, ensino e energia


O governador Marcelo Déda (PT) fez uma apresentação marcante durante um evento organizado pelo Banco Mundial (Bird), nesta terça-feira, dia 10, em Washington, a fim de divulgar as oportunidades de investimento na região Nordeste do País. Déda provou, por meio de dados e fatos, que o menor estado brasileiro, do ponto de vista geográfico, (com uma área de 22 mil km) é uma fonte inesgotável de possibilidades para investidores do setor privado.

Déda destacou as significativas conquistas do estado nas áreas de infraestrutura, economia, ensino e energia, entre outras. Durante a apresentação do governador, que foi ilustrada por gráficos, mapas e dados exibidos em uma tela, os participantes do evento ficaram sabendo que o estado que tem apenas dois milhões de habitantes goza de um dos melhores indicadores sociais do Nordeste brasileiro, além de contar com avanços significativos e constantes em termos de infraestrutura para transporte e um sólido setor industrial.
O chefe do executivo sergipano também destacou que o PIB do Estado apresentou uma taxa de crescimento de 4,4%, de 2007 a 2009, ficando acima das médias regional e nacional de 3,8% e 3,6%, respectivamente.

O ambiente socioeconômico favorável de Sergipe tem atraído inúmeras grandes companhias, como Ambev (bebidas), Crown (latas de alumínio), Desenvix (energia eólica), Fafen (fertilizantes), Rio Verde (potássio) e Azaléia (calçados). Mas o governador tem planos de fazer com que seu estado seja ainda mais procurado pelos investidores .

"Temos uma oportunidade rara para divulgar o estado de Sergipe e mostrar os avanços que temos conquistado na nossa economia e abrir o nosso horizonte de oportunidades para novos investidores que nos ajudem a gerar emprego e desenvolvimento em Sergipe", afirmou Déda.

O fórum contou com presenças de peso, como Robert Zoelick, presidente do Banco Mundial, Luciano Coutinho, presidente do BNDES, Luis Alberto Moreno, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento, além de representantes dos governos federais brasileiro e americano e grandes companhias privadas de presença global, como a General Motors e a General Electric.

Robert Zoelick salientou a importância da parceria entre o Bird e os estados nordestinos e indicou que ainda neste semestre o banco deve liberar um DPL (sigla para empréstimos da instituição destinados à políticas de desenvolvimento) de aproximadamente R$ 150 milhões para um projeto de saneamento em Sergipe.

Da ASN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages