ECOS POLÍTICOS: Numa votação apertada (era de se esperar), PT decide por candidatura própria em Propriá . Agora é fato! - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

30 de abril de 2012

ECOS POLÍTICOS: Numa votação apertada (era de se esperar), PT decide por candidatura própria em Propriá . Agora é fato!

Prévias internas aconteceram nesse domingo e venceu proposta apoiada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulinho Campos, pré-candidato a prefeito do partido
* Por Claudomir Tavares
Dos 152 filiados aptos para votar nas prévias do Partido dos Trabalhadores, no município de Propriá, distante 98 km da capital, Aracaju, 101 deles (66,4%) depositaram seus votos em uma das propostas na disputa que consultava sobre lançamento de candidatura própria (neste caso o pré-candidato Paulinho Campos) ou lançamento do candidato à vice-prefeito (neste caso na chapa encabeçada pelo prefeito José Américo, pré-candidato à reeleição).
Apoiada pelo vereador Paulinho Campos, presidente da Câmara Municipal, a Chapa 1 – Candidatura Própria, obteve 54 votos (53,4%), sagrando-se vencedora, contra os 45 votos (44,5%) dados a Chapa 2, apoiada pelo Líder do prefeito José Américo naquela casa, vereador Fernandinho Britto (que pleiteava a indicação de vice-prefeito). Foram registrados ainda 1 voto nulo (0,9%) e 1 em branco (0,9%). O resultado confirma a decisão tomada pelo Diretório Municipal em 14 de janeiro, quando inclusive já havia aprovado o nome de Paulinho, mas abrindo uma janela para um possível acordo com Américo, caso fosse esta a indicação da maioria dos filiados.
A força de Renatinho – O resultado das prévias do PT mostrou a vitória do ex-prefeito Renato Brandão (PMDB) contra seu ex-aliado e agora desafeto político Paulo Britto (PT), que renunciou o mandato em 1º de agosto em favor de seu vice-prefeito José Américo (PSC), declaradamente seu candidato à reeleição. Graças ao seu modo de fazer política, Paulinho não deu as caras para forçar qualquer resultado, cabendo esta tarefa ao prefeito José Américo que ligou para os filiados, fazendo visita a alguns deles. Tática semelhante à utilizada por Renatinho, que fez uma cruzada na busca dos votos dos petistas.
Nós já sabíamos – O resultado confirma os prognósticos apresentados pelo portal Tribuna da Praia e pelo jornal Voz do São Francisco, que antevia o quadro favorável a Paulinho Campos e Renatinho, pois os grupos não são os mesmos, uma vez que, quando Renato era prefeito, Américo estava do lado do PFL, agora Democratas, e estiveram juntos momentaneamente quando das eleições de Paulo Britto (2004 e 2004), sendo a primeira para somar, ampliar e a segunda já encarada de forma indigesta pelos petistas históricos, os quais permanecem em sua maioria ligados a Renatinho.
Posições definidas – Mas que ninguém acredite que Américo jogará a toalha e já a partir desta segunda-feira buscará articular o Plano B (tem força política, credibilidade e legitimidade para fazê-lo, desde que ouça sua banda boa, ao invés da banda... - ele sabe o que queremos dizer): sem o PT em sua chapa, pretende atrair o DEM, ou o PSDB... quem sabe PDT, PTC, PR, PSDB, ..., mas antes ouvindo seu bureau político (nós avisamos que ele precisaria revê-lo – não nos ouviu...), naturalmente que com a aquiescência do senador Eduardo Amorim (PSC), que poderá entrar pessoalmente na re-composição do meio-campo em favor daquele que será seu representante na disputa pela prefeitura de Propriá, estratégia nos planos de chegar ao governo de Sergipe, provavelmente enfrentando o vice-governador Jackson Barreto (PMDB), que estará no palanque de Paulinho Campos, ao lado do governador Marcelo Deda (PT) e do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), o triunvirato da política sergipana.
Competitivos – As eleições municipais em Propriá caminham para o afunilamento de três pré-candidaturas, todas elas inegavelmente e indubitavelmente, competitivas: Zé João (DEM), José Américo (PSC) e Paulinho Campos (PT), restando saber como se comportarão os ainda pré-candidatos Paulo César (PSDB), Rozélia da Ponte (PTC) e Eugênio Santana (PR), potenciais pré-candidatos a vice-prefeito em uma das chapas citadas anteriormente (mas é preciso, primeiro, combinar com eles).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages