Grupo preso em Alagoas é acusado de assaltos a bancos e Correios em PE e SE - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

28 de abril de 2012

Grupo preso em Alagoas é acusado de assaltos a bancos e Correios em PE e SE

Portal Alagoas 24horas

Presos são acusados de participação a instituições financeiras.(Alagoas 24 Horas)


Catorze pessoas foram presas acusadas de fazerem parte de pelo menos duas quadrilhas de assalto a instituições financeiras nos estados de Alagoas, Pernambuco e Sergipe. Em Alagoas, o grupo seria responsável – segundo a Polícia Civil – pelos assaltos ao banco Bradesco de Rio Largo e às agências dos Correios de Novo Lino e Capela. Todos os crimes cometidos este ano.
Os acusados foram apresentados durante entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, dia 26, na sede da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), no bairro do Farol.
De acordo com a delegada que comanda as investigações, Maria Angelita, as quadrilhas seriam muito articuladas e seus integrantes com funções pré-determinadas durante as ações criminosas. Os homens, segundo ela, executavam o plano, enquanto as mulheres davam apoio logístico à quadrilha. “A quadrilha tinha uma organização quase que empresarial”, destacou a delegada.
As investigações apontam a participação do grupo no assalto ao caixa eletrônico do Banco Bradesco em Rio Largo, nos assaltos a agências dos Correios de Novo Lino e Capela e ainda em assaltos a instituições financeiras nas cidades de Quipapá e São João, em Pernambuco. A delegada informou ainda que há fortes indícios que o grupo tenha participação em assaltos cometidos em Sergipe.
Ao todo foram expedidos 15 mandados de prisão pela 17ª Vara Criminal. Nove pessoas, entre elas três mulheres, foram presas no início da manhã de hoje na cidade de Rio Largo. Outras duas, que não tiverem os nomes revelados, foram presas no estado de São Paulo. E mais três já estavam presas acusadas nesses crimes.
Foram presos em Rio Largo Vanderson José dos Santos Oliveira, André Ferreira dos Santos, Edson Felipe Cândido dos Santos, Maria Emanuele Ferreira de Oliveira, Natália Maria da Silva, Cícero Miguel Bernardo da Silva, Thallys Sena da Silva, José Alexandre Rocha dos Santos, Micleide dos Santos Viana.
Ainda segundo a polícia, já estavam presos Genildo Martins da Silva, Audicélia Amanco Cavalcante e Nataniel Paulino da Silva. Audicélia e Natanael foram presos no início deste mês acusados de participação no assalto aos Correios de Capela. E Genildo foi preso em março deste ano acusado no assalto dos Correios em Novo Lino.
Angelita explicou ainda que Vanderson e Thallys são apontados como os líderes de duas quadrilhas. Os grupos agiriam de forma independente, mas alguns integrantes agiriam nas duas organizações criminosas. O grupo é apontado ainda em assaltos a estabelecimentos comerciais na região de Rio Largo e estaria agindo desde novembro do ano passado. “Cada grupo agia com seis ou oito integrantes. Alguns deles acabavam cometendo crimes com as duas quadrilhas. Eles visavam apenas lucros”, completou a delegada.
Vanderson, que tem apenas 19 anos, é apontado como o ‘cabeça’ da organização. “Ele é o chefe de uma das quadrilhas, a mais atuante. Ele é o cabeça do grupo”, afirma a delegada.
Em entrevista à reportagem do Alagoas24Horas, Vanderson alegou não ter envolvimento com os crimes que lhe são atribuídos. O jovem afirmou ter sido preso acusado de assalto quando tinha apenas 16 anos e que chegou a cumprir medida socioeducativa. “Não tenho envolvimento nenhum com esses assaltos”, alega. Thallys também nega a participação nos crimes.
Durante a operação, a polícia apreendeu um revólver – que estaria em posse de Thallys -, um Gol de cor preta e NML-4441/Rio Largo e uma moto de cor cinza e placa MVD-9386/Rio Largo. A polícia investiga se os veículos têm queixa de roubo.


Fonte:Cada Minuto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages