SEM TESÃO: Eleições em Propriá não empolgam, nem estimulam eleitores a sair às ruas . - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

22 de agosto de 2012

SEM TESÃO: Eleições em Propriá não empolgam, nem estimulam eleitores a sair às ruas .

Redução da presença de público mostra a falta de sintonia entre os eleitores e as candidaturas que tem pouco conteúdo e quase nenhuma identidade
Apesar do esforço titânico do pessoal que coordena a campanha do prefeito José Américo Lima (PSC), candidato a reeleição, não há um clima que se compare as campanhas eleitorais vivenciadas quando candidatos foram os ex-prefeitos Renato Brandão (PMDB) em 1988, 1992, 1996 e2000 e Paulo Britto (PT) em 2004 e 2008.
A explicação para este fenômeno ao contrário talvez seja explicada por ser o prefeito José Américo o candidato do ex-governador João Alves Filho (DEM) e do senador Eduardo Amorim (PSC), logo, sendo um adversário histórico e outro o mais recente desafeto dos petistas, alguns deles apoiando Américo para manter privilégios.
Aliado a isto, a candidatura do petista Paulinho Campos não tem estimulado a participação daqueles historicamente ligados a liderança de Renatinho, que, sem ocupar cargos eletivos, tem perdido alguns de seus “amigos” (e com amigos como estes – que só chegaram onde chegaram graças a sua influência – quem precisa de inimigos, em Renato?).
Já os eleitores historicamente ligados a Dona Menininha não migraram naturalmente para o barco de Américo, por não sentirem-se contemplados, nem na chapa majoritária, ocupada pelo PP, nem na chapa proporcional, cujo candidato inscrito não está entre os preferidos nem favorito, nem vislumbrar esperanças em ocupar os cargos que sonhavam em preencher em 2013.
Correndo por fora, mas com uma campanha criativa, a candidatura de Paulo César (PSDB) tem atraído ex-pefelistas, mas ainda não deu provas de que pode vencer a eleição, possivelmente por ainda existir dúvidas quando sua liberação pela Justiça Eleitoral que a indeferiu com recurso, estando aguardando para os próximos dias julgamentos em nova instância.
O certo é que nem Américo, cuja carreata realizada reuniu menos veículo que a do então candidato a vereador Fernandinho Britto em 2008, mas superior a de Paulinho Campos, que reuniu 2/3 em volume de veículos – dizem as mas línguas que Américo superou Campos em função da condição privilegiada de chefe do Executivo – é possível... ou não?
Já a caminhada realizada no último domingo, 19, para comemorar o aniversário de José Américo, ainda que tenha se constituído no maior ato político e demonstração de força eleitoral desta campanha, está a anos luz dos tempos áureos dos empolgantes “arrastões” do “vermelhão”, que seus iluminados transformaram em “passeata” e alteraram as cores para “verde, amarelo, azul e branco”, contra o vermelho que não tem sido capitalizado pelos seguidores de Renatinho.
por Sucursal Baixo São Francisco
 
Fonte: Tribuna da Praia.

Um comentário:

  1. Essa mãe Diná já era!!! Zé Américo prefeito com mais de 9.000,00 mil votos, assume liderança no Baixo São Francisco com certeza!!!

    ResponderExcluir

Pages