'Amanhecer - parte 2': Saga Crepúsculo chega ao fim - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 8 anos desde 08/03/11

Últimas

3 de dezembro de 2012

'Amanhecer - parte 2': Saga Crepúsculo chega ao fim



Sucesso absoluto entre os adolescentes, a saga "Crepúsculo" chega ao fim com um enredo mais bem adaptado aos demais segmentos de público do que os longas anteriores. Na edição final, o que fica "para sempre" na memória dos fãs enlouquecidos é mesmo o marcante triângulo amoroso entre os personagens Bella Swan (Kristen Stewart), Edward Cullen (Robert Pattinson) e Jacob (Taylor Lautner), que formam quase em um estilo "Dona Flor e seus dois maridos", pedindo licença ao saudoso autor brasileiro Jorge Amado.

Assim como nos livros de Stephenie Meyer, o último filme do gênero dirigido por Bill Condon coloca os protagonistas em batalhas contra outros clãs de vampiros. Com a ajuda dos lobos, a família Cullen enfrenta os poderosos Volturi, liderados por Aro, interpretado com grande destaque por Michael Sheen. Desta vez, a grande novidade é a pequena Renesmee, graciosamente apresentada pela doce atriz mirim Mackenzie Froy.

E por falar em atuação, quem mais uma vez se sobressai em relação aos demais personagens principais é Taylor Lautner. Com um jeito firme, porém, carismático, o jovem norte-americano provou que está pronto para deixar de lado a figura marcada pela saga para trilhar uma carreira de sucesso em outras produções de Hollywood. Apagados, Robert Pattinson e Kristen Stewart ainda não largaram o rótulo de artistas comuns, muitas vezes com expressões aquém das expectativas.

Vale atribuir, ainda, uma menção especial ao ator Rami Malek. Após interpretar o faraó Ahkmenrah, em "Uma noite no museu", ele retorna às telonas dando um toque a mais de talento para a versão final de "Crepúsculo", agora na pele de um vampiro que controla os elementos naturais.

Já no que diz respeito ao roteiro, a obra passa por momentos de monotonia na primeira metade. A ausência de movimentação, no entanto, é necessária para que o espectador entenda melhor a trama e não se perca na ação da parte final, que está recheada, mais uma vez, de muito sangue. O brilhantismo fica por conta das leves pitadas de humor, além da inteligência da autora em oferecer uma solução cinematográfica no gancho final, que parecia viável apenas para a literatura.

Em síntese, "Amanhecer - parte 2" cumpre razoavelmente bem o papel para os fãs de ficção e amantes de vampiros. Quem não gosta de sangue, logicamente, deve ficar longe das telonas mais uma vez. Embora ainda fique distante cinematograficamente das trilogias "Senhor dos Anéis" e "Matrix" e da série "Harry Potter", "Crepúsculo" conseguiu fisgar um jovem público com gostos mais psicodélicos, conquistando, ainda, meninas que não resistem a um romance adolescente no Cinema. Nesse caso, a imagem jovial e a aparência do trio de protagonistas ajudou. Para os fãs, fica a saudade de uma série que acompanhou o desenvolvimento de uma geração; para os críticos, o alívio em não ter mais que acompanhar namoradas, esposas, filhas e amigas em filmes que não atendem aos gostos pessoais da maioria dos homens. "Crepúsculo" agora só em livros e DVDs. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages