Heldes Guimarães irá apresentar pedido de CPI para investigar Prefeito José Américo - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

18 de maio de 2013

Heldes Guimarães irá apresentar pedido de CPI para investigar Prefeito José Américo

Líder da oposição revelou com absoluta exclusividade ao portal que apresentará propositura nas próximas sessões


O líder da oposição na Câmara de Vereadores de Propriá, distante 98 km da capital, Aracaju, Helder Guimarães (PT) revelou ontem a noite (16), logo após a sessão plenária que dará entrada nos próximos dias em pedido de CPI para investigar as sucessivas e recorrentes denúncias que envolvem o prefeito José Américo Lima (PSC).

“Os indícios são eminentes e os fatos tem sido repetitivos e precisamos reagir, tomar uma atitude para coibir os atos de um prefeito que tem se comportado aquém das expectativas da sociedade propriaense”, disse o parlamentar, que terá o apoio de vereadores eleitos pela oposição e situação.

Durante sua intervenção no Grande Expediente, o petista já havia denunciado o que pode se caracterizar como assédio moral, ameaça e perseguição a diretora da Creche São Vicente de Paula, de prenome

Meyre, que segundo ele, o prefeito José Américo só ajudaria a instituição caso o padre Etiene Lamaire a demitisse.

Helder foi aparteado pelo vereador Nego de Marly (PTdoB) que denunciou as demissões promovidas na administração municipal, que segundo o vereador Genival Moreira (PTC), que classificou Américo como o “prefeito do desemprego”, são para preencher com “a corja dos secretários”, alfinetou.

Presente a sessão entre os populares, o artista plástico Josival Soares Feitosa, o Joca Pintou ironizou dizendo que “toda vez que o prefeito vai a Brasilia trás de 3 a 4 indústrias, e assim vai faltar mão-de-obra na cidade para preencher as vagas”, disse, como testemunha ocular das palavras que foram repetidas por Nego de Marly.

Ainda sobre José Américo, Genival disse “é o prefeito do desemprego de várias famílias, e de todos os prefeitos, ele é o pior, pois Paulo Britto (PT) poderia ter 18 secretarias, ser ausente na cidade, mas que nunca atrasou os salários”, comparou, questionando “por que os secretários não trabalham voluntários,  ai eu queria ver quem era amigo do prefeito” completou o petecista.

Sobre os salários de assessores, Geno disse que “tem gente ganhando R$ 2 mil com mais R$ 2 mil de gratificação, totalizando assim R$ 4 mil mensais, enquanto os que realmente trabalham recebem menos que um salário mínimo”, indignou-se o vereador que tem se caracterizado um “calo no sapato” do prefeito de Propriá.,

Por Sucursal Baixo São Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages