Gualberto cobra retomada de convênio entre creche e prefeitura de Propriá - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

5 de setembro de 2013

Gualberto cobra retomada de convênio entre creche e prefeitura de Propriá



O deputado estadual Francisco Gualberto (PT) fez nesta quarta-feira (4) um alerta sobre as dificuldades de funcionamento da creche São Vicente de Paula, em Propriá. O motivo seria o rompimento de um contrato feito com a Prefeitura de Propriá, no valor de R$ 4.255,00 mensais, que vem demonstrando problemas desde 2011. Esse dinheiro é enviado pelo governo federal através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), sendo que o município é o responsável pelo repasse.

Por falta de recursos, a creche que já atendeu cerca de 250 crianças, atualmente presta assistência a apenas 38 diariamente. Além disso, o atual prefeito, José Américo (PSC) resolveu retirar da entidade os nove servidores municipais cedidos, sendo que alguns trabalhavam na creche há 30 anos. “A população da cidade comenta que isso vem acontecendo por conta de divergência políticas entre o prefeito e o padre Etiênio, responsável pela creche. Se isso for verdade, chega a ser desumano. É algo que extrapola a política. Um absurdo”, define Francisco Gualberto.

De acordo com o pronunciamento do deputado, o prefeito Américo chegou a procurar o Ministério Público da cidade levando informações inverídicas sobre a instituição. “Esperamos que ele reveja sua posição. Que ele saiba conviver com as divergências políticas e não coloque em risco a vida de dezenas de crianças de famílias pobres que precisam da creche”, alertou Gualberto, garantindo que sua cobrança trata apenas do campo social, sem envolvimento político. “Não estou aqui fazendo nenhum ataque ao prefeito”, enfatizou.

O pronunciamento de Gualberto foi acompanhado nas galerias da Assembleia Legislativa pelo vereador de Propriá Eudes Guimarães Silva (PT), e dezenas de mães que dependem do trabalho da creche na cidade. “Na minha concepção, o papel do prefeito seria tentar ajudar no funcionamento da creche de alguma maneira. Ele não deveria procurar o MP para fazer denúncias que não existem e tentar inviabilizar o funcionamento da instituição”, cobra o deputado, informando que também irá ao Ministério Público levar o outro lado da versão.

Durante o pronunciamento, vários deputados pediram apartes para colaborar e passar informações. Entre eles, as deputadas Ana Lúcia e Angélica Guimarães, além dos deputados João Daniel, Zé Franco e Pasto Antônio. Este último garantiu que manteve contato telefônico com prefeito José Américo e ficou acertado que ainda em setembro o convênio entre a Prefeitura e a creche será renovado. Além disso, mais 10 servidores municipais serão cedidos à entidade. “Vamos agradecer o apoio dos deputados e cobrar o prefeito o cumprimento da palavra”, disse Gualberto.

A creche São Vicente de Paula é filantrópica/privada e foi fundada em 1967. Atualmente é administrada pela professora Edy Meire Santos da Silva e já chegou a contar com 46 servidores, sendo que hoje são somente 11. Para se manter, segundo a diretora, atualmente a creche vive de doações de uma comissão vinculada à igreja católica e de outras empresas particulares de Propriá. O espaço conta com 250 berçários, área externa com piscina, jardim, cozinha, criatório de peixes e dois dormitórios com 30 camas, cada um.

Por Gilson Sousa, da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages