Assalto a fazenda do prefeito de Canhoba-SE termina com um criminoso preso - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

24 de julho de 2017

Assalto a fazenda do prefeito de Canhoba-SE termina com um criminoso preso


Prefeito de Canhoba



Um homem, que não teve a identificação divulgada, foi preso pela equipe do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM), acusado de integrar o grupo criminoso que invadiu a propriedade do prefeito de Canhoba, Manoel Messias Hora Guimarães (PSD)e fez a família e um funcionário como reféns. O assalto aconteceu no início da manhã deste domingo (23) e foi praticado por mais quatro homens, que estavam em um Fox com placas da Bahia. Com o preso foi recuperado um aparelho de TV, enquanto os comparsas fugiram levando pouco mais de R$ 3,8 mil.

O prefeito Manoel Messias, o “Manoel do Arroz” contou que no início da manhã, o caseiro se deslocava para alimentar os animais da propriedade, quando observou a presença suspeita dos desconhecidos. Ele ainda tentou correr, mas foi alcançado e rendido pelo cinco homens, um deles encapuzado. Em seguida, o funcionário foi obrigado a chamar pelo prefeito e pedir que abrisse a porta, alegando que precisava de ajuda.

No momento em que foi atender ao funcionário, Manoel Messias surpreendido pelos criminosos, que invadiram o local e passaram a fazer ameaças, determinando que entregasse dinheiro. Os desconhecidos vasculharam a casa e recolheram um aparelho de TV, talheres e copos. Agindo com violência e demonstrando ter conhecimento que a vítima estaria com dinheiro em casa, os assaltantes fizeram ameaças até que foi entregue pouco mais de R$ 3,8 mil.

O prefeito lembrou que enquanto quatro desconhecidos permaneciam no interior da casa, um quinto assaltante dava cobertura na parte externa. Quando os criminosos amarravam o caseiro e se preparavam para imobilizar o prefeito, uma equipe do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM) chegou ao local, obrigando a quadrilha a fugir. Foram realizadas buscas na área e um dos envolvidos acabou preso de posse do aparelho de TV.

O caso foi encaminhado para Delegacia Regional de Itabaiana, onde o acusado foi autuado em flagrante. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a continuidade das investigações ficará por conta do diretor da Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Copci), delegado Jhonatas Evangelista.


Por AJN1
24/07/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages