Em nova fase de operação, polícia prende em Neópolis-SE acusados de abastecer o tráfico em Alagoas - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

3 de agosto de 2017

Em nova fase de operação, polícia prende em Neópolis-SE acusados de abastecer o tráfico em Alagoas







Na madrugada de 22 de julho, uma operação policial desencadeada na BR-101, próximo ao município de Junqueiro, e em Penedo, resultou na apreensão de cerca de 40 quilos de entorpecentes e na prisão de três jovens acusados de tráfico. As drogas, sendo 34 tabletes de maconha e seis de crack, estavam em um veículo que saiu de Sergipe para abastecer bocas de fumo em Alagoas.

Como desdobramento dessa operação, a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) em parceria com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), efetuou a prisão de mais três suspeitos e apreensão de maconha e de uma arma de fogo no município de Neópolis, situado no Baixo São Francisco Sergipano.

A ação contou com o apoio total do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e também do Departamento de Narcóticos (DENARC) de Sergipe, órgãos essenciais para o êxito da operação.

Em contato com nossa redação, o delegado titular da DRN, Gustavo Henrique, declarou que os presos no município sergipano foram identificados como Manoel Bezerra da Silva Junior, 18 anos, Otaviano Gutemberg Fernandes e Silva, 56 anos, e Gonçalo Bezerra da Silva Júnior, 28. Eles são apontados como os responsáveis por abastecer o tráfico na região.

“Importante trabalho integrado entre as forças de segurança de Alagoas e Sergipe no combate ao tráfico de drogas interestadual, especialmente porque tem se observado nos últimos meses uma tendência grande de drogas vindas de Sergipe para Alagoas”, explicou o delegado, enfatizando que com o trio, os policiais encontraram cerca de 23 kg de maconha e 1 kg de cocaína, além de um revólver calibre 38 e um veículo Gol, supostamente usado para o transporte dos entorpecentes.

Ainda de acordo com o delegado, os três presos já possuem passagens pela polícia. Manoel e Gonçalo Bezerra já foram presos por tráfico de drogas e Otaviano Gutemberg responde por organização criminosa. Os elementos receberam voz de prisão e foram encaminhados para o Departamento de Narcóticos, em Aracaju, capital sergipana, para lavratura dos flagrantes.

“Com essas prisões, conseguimos desarticular importante rota de entrada de drogas em Alagoas, sendo a operação importante para os dois estados, pois o grupo fornecia drogas para traficantes alagoanos e também distribuía em Sergipe, nas cidades ribeirinhas”, complementou Gustavo Henrique, descartando, com base nas investigações iniciadas há aproximadamente três meses, a ligação do trio com alguma facção criminosa.


Por Aqui Acontece
03/08/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages