Sargento da PM é assassinado ao reagir a assalto em ônibus - Manchete do São Francisco

últimas

Home Top Ad

Post Top Ad

15 de setembro de 2017

Sargento da PM é assassinado ao reagir a assalto em ônibus










Equipes das polícias Civil e Militar estão mobilizadas para localizar e prender os dois homens que mataram o sargento Djalma Lima Santos, 47. O crime foi registrado no início da noite desta quinta-feira (14), nas imediações do povoado Siririzinho, quando a vítima reagiu a um assalto no interior do ônibus do transporte alternativo, que faz a linha Aracaju/Nossa Senhora da Glória. Djalma ainda chegou a ser socorrido com vida para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos. Imagens de câmeras de segurança do terminal rodoviário em capital, podem ajudar a polícia na identificação dos criminosos.

Os primeiros levantamentos realizados pela polícia indicam, que os criminosos embarcaram no ônibus no terminal rodoviário de Aracaju e esperaram o melhor momento para agir. Quando o ônibus trafegava pela rodovia, nas imediações da Vale do Rio Doce, no povoado Siririzinho, em Siriri, um dos criminosos sacou a arma e anunciou o assalto. O sargento Djalma, que estava de folga e retornava da capital onde teria ido resolver problemas particulares também viajava no veículo, e ao observar a movimentação tentou esboçar reação. No entanto, ele acabou surpreendido pelo outro criminoso, que alvejou o militar com dois tiros, um deles na cabeça.

Após balear o sargento, os desconhecidos fugiram tomando destino ignorado. O ocorrido foi comunicado a polícia e de imediato equipes da Grupamento de Ações Táticas do Interior (Gati) e do 4º Batalhão da Polícia Militar foram até a localidade, juntamente com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Djalma chegou a receber socorro médico no Huse, mas não resistiu e acabou morrendo instantes depois.

De acordo com o comandante do 4º BPM, tenente-coronel Fábio Rollemberg, o ônibus no qual aconteceu o crime não possuía câmeras de segurança, mas imagens de equipamentos instalados no terminal da rodoviário de Aracaju, onde a dupla teria embarcado, podem auxiliar  na identificação dos criminosos.

O sargento Djalma estava há 25 anos na PM e atualmente estava lotado na 3ª Companhia do 4º BPM, sediada em Glória, onde residia. Ele deixa esposa e três filhos. Benquisto pelos colegas de corporação, ele tinha uma ficha militar exemplar. “Era um policial íntegro e querido por todos”, lembrou o tenente-coronel. O velório do militar acontece nesta sexta-feira (15) na residência de familiares em Glória e o sepultamento está previsto para ocorrer às 17 horas.

Quem tiver alguma informação que auxilie nas investigações, podem repassá-las de forma anônima através do 181 (Disque Denúncia).


Por AJN1
15/09/2017

Um comentário:

  1. Eu tô vendo aqui escrito: "quem tiver informação dos autores do crime, ligue p,ro 181" Tá vendo eu? mesmo q eu saiba quem foi, eu ñ ligo p,ro 181. P,ra que? Botar na penitenciária e a viúva feito uma cachorra safada fornecer alimentação aos 'malas' na detenção? Como a viúva fornecerá alimentação? Quando for abastecer o veículo estará imbutido ali 40% de tributos já pra isso mesmo.O gás de cozinha nesse rôlo. A estação de rádio falou q um detento dá um custo de $1500,00 e uma campanha de desfavelamento sem existir. Eu mesmo ñ ligo p,ro 181 de jeito nenhum se eu soubesse dos autores.

    ResponderExcluir

Post Bottom Ad

Pages