Maternidades e municípios sergipanos vão receber mais de 16 mil Cadernetas da Criança a partir desta segunda - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

17 de janeiro de 2020

Maternidades e municípios sergipanos vão receber mais de 16 mil Cadernetas da Criança a partir desta segunda

Elas servem para o acompanhamento do desenvolvimento infantil e do histórico de saúde da pessoa até a fase adulta.


A Secretaria do Estado da Saúde (SES) vai distribuir 16.160 mil exemplares das cadernetas da criança para todas maternidades e municípios sergipanos a partir desta segunda-feira (20).

De acordo com a coordenadora da Rede Materno Infantil da SES, Helga Muller Mengel, além de oferecer informações sobre os cuidados essenciais com a saúde na infância, ela disponibiliza, também, espaço para que as mães e os pais acompanhem o desenvolvimento dos filhos.

“A Caderneta da Criança traz uma grande e muito esperada novidade, que são os campos para preenchimento das Secretarias de Educação e de Assistência Social, integralizando as ações em torno do cuidado da criança. Hoje não é a Caderneta de Saúde ou de Vacinação, mas sim, a Caderneta da Criança. Vale ressaltar que Aracaju recebeu diretamente do Ministério da Saúde, o quantitativo de 21.776 cadernetas para distribuir a todos os nascidos no município e nas maternidades públicas e privadas do território de abrangência da capital”, disse Helga.

Em fevereiro do ano passado, a falta de cadernetas em Aracaju causou preocupação aos pais, já que nela estão informações sobre o histórico de saúde da criança.

Para que serve?

A Caderneta de Saúde da Criança serve para o acompanhamento do desenvolvimento infantil e do histórico de saúde da pessoa até a fase adulta.

A publicação também funciona como um documento oficial que comprova tratamentos, vacinas e evoluções da criança ao longo da vida. Traz também orientações científicas aos pais. Ela é distribuída de graça pela rede pública e também pela Internet, em formato PDF para meninos e meninas

Por: G1 Sergipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages