Estado anuncia ampliação de mais 60 leitos de UTI para Covid-19 - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 9 anos desde 08/03/11

Últimas

28 de maio de 2020

Estado anuncia ampliação de mais 60 leitos de UTI para Covid-19

A expectativa é que sejam disponibilizados 26 leitos até o sábado(30), mais 10 leitos na segunda (1º), e, até o dia 15 de junho, mais 24 leitos.



Em entrevista ao SE1, nesta quinta-feira (28), o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, falou sobre a lotação das unidades de saúde de saúde, do recebimento de 30 respiradores, e da abertura de novos leitos de UTIs como forma de enfrentamento da pandemia.

Leitos de UTI

“Realmente essa sempre foi a nossa grande preocupação, leitos de UTI. Desde o primeiro momento, foi a grande luta e sempre esteve do nosso planejamento a possibilidade de ampliar leitos de UTI. E porque a gente não conseguiu ampliar com a velocidade que pretendia? Exatamente pela falta de respiradores, nós recebemos essa semana 15 respiradores para o uso em UTI do governo federal. E, por conta disso, a gente vai poder garantir, já no sábado, 15 leitos de UTI em função de um contrato que fizemos com a Clínica e Hospital Renascença. Eu devo dizer que a partir do próximo sábado nós teremos mais 26 leitos de UTI funcionando. De que forma, teremos os 15 leitos na Clínica Renascença, 5 leitos de UTI no Hospital do Coração e 6 leitos de UTI, que finalmente vão passar a funcionar Hospital da Polícia Militar. Portanto, um total de 26 leitos. Na segunda-feira mais 10 leitos de UTI no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Lagarto. Portanto, 36 leitos e até o dia 15 há a possibilidade da gente fechar o 60 leitos que a gente vem trabalhando nos últimos dias. Acrescentando aí mas 6 leitos de UTI no Hospital São José, 10 leitos no Hospital Regional Amparo de Maria, em Estância, e mais 8 leitos e Hospital Gesser também em Estância, fechando assim 60 leitos", conta.

Para onde vão os respiradores ?

“São 15 para uso em UTI e 15 para uso portátil que você pode nas viaturas. Chegaram esses 30. O que tem de importante é informar que fizemos um contrato com a Clínica Renascença e aí no contrato a gente entra também n com os respiradores, que eles não tinham o suficiente”, explica o governador.

Conversa com o ministro

O governador disse que após uma conversa com o ministro interino da saúde, Eduardo Pazoello, iniciada através de contato com o senador Rogério Carvalho, conseguiu a confirmação do recebimento de mais respiradores.

“Recebi um telefonema do ministro, conversamos por cerca de 10 minutos, colocando para o ministro da saúde todo o problema existente atualmente em Sergipe e mostrando que a gente tentou o tempo todo abrir mais leitos, mas não estava conseguindo por conta da falta de respiradores. Ele nos garantiu que até a próxima semana vai estar mandando os 40 respiradores, para que a gente possa ampliar ainda mais”, afirma Belivaldo.

“Recebemos essa semana 15 respiradores para UTI e mais 15, que são portáteis para uso nas ambulâncias. E há essa perspectiva real, ouvi do ministro, disse o ministro inclusive que nós teríamos essa entrevista aqui hoje. Perguntei se eu podia confirmar, ele disse pode confirmar que o governo federal vai estar mandando mais 40 respiradores, se for necessário assim quando for chegando mais respiradores a gente vai enviando para Sergipe também”, diz.

Escassez de remédios e insumos

“A falta de medicamentos e insumos sempre foi uma preocupação de todos nós. Eu terei hoje, às 15 horas, uma reunião sobre isso. Vamos tentar agir com rapidez para que não ocorra isso”. Parceria com rede privada “Essa é a ideia por isso contratamos o serviço da Clinica Renascença. Fizemos uma opção por não construir hospital de campanha para usar as estrutura que a gente já tem, ampliando os leitos de UTI. Utilizando os respiradores que temos na rede, e usando uma parte que são de backup. Mas sempre há um estoque, pois não podemos trabalhar com zero de substituição. Todos esses cuidados estamos tendo. Não há problema em fazer parceria com a rede privada. inclusive, estabelecimentos um protocolo único de atendimento”, conta.


Plano de retomada da economia

“Concluímos o plano no dia 21 de maio. A ideia era retomar por região. A grande preocupação são os leitos de UTI. Temos recebido várias propostas levando em consideração estados como, Rio Grande do Sul, São Paulo... o momento próprio é quando tiver controlado. Espero que a gente possa fazer isso até o dia 15 de junho. Pode ser por segmento e região. Estamos todos os dias acompanhando os planos. o ponto principal é leito de UTI", conta.

Novo decreto

O governador não adiantou o que será publicado no novo decreto, mas disse que não está previsto lockdown. “Eu não defendo a tese do lockdown. Temos que ter consciência entre as pessoas do uso de máscara”, observa.

Maternidade Hildete Falcão

"Ela está em reforma, com esses respiradores que deveremos ter a próxima semana vai dar tranquilidade para abertura de leitos de enfermaria e UTI. Não aceleramos a abertura, porque a maioria dos leitos de lá é de enfermagem", disse Belivaldo Chagas.

Verba federal

“O projeto sancionado pelo governo federal prevê uma verba de R$ 313 milhões, divididos em quatro parcelas. Com essa ajuda entrando na próxima semana vai nos dar mais tranquilidade”, finaliza.

Por: G1 Sergipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages