Procon Sergipe orienta consumidores sobre o Black Friday - Manchete do São Francisco

Manchete do São Francisco

JM News: 10 anos desde 08/03/11

Últimas

23 de novembro de 2020

Procon Sergipe orienta consumidores sobre o Black Friday

 Órgão alerta para necessidade de ficar atento, por exemplo, aos preços praticados durante a promoção.

Consumidores procuram produtos durante Black Friday — Foto: Marília Rastelli/Arquivo


Na semana Black Friday, o Procon de Sergipe orienta os consumidores para ficarem atentos no momento de comprar algum tipo de produtos nas lojas físicas e virtuais. Uma das recomendações e observar que estão sendo respeitadas as garantias legais previstas no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Se for comparar pela internet, é preciso verificar se as lojas possuem autenticidade e nas duas modalidades não esquecer de pesquisar preços, prazos de entrega e de troca dos produtos, assim como também as formas de pagamento.

“Sabemos que a diferença de preço é muito grande entre uma loja e outra. Então, se há a intenção em comprar um determinado produto, antes de adquirir, pesquise para encontrar os melhores preços, forma de pagamento e prazo de entrega”, destacou a diretora do Procon/SE, Tereza Raquel Martins.

Nas lojas físicas, é necessário ficar atento a garantia de troca dos produtos, fazer a testagem (no caso de equipamentos eletrônicos, por exemplo). Na internet ou outros canais de vendas on-line, o consumidor tem que atentar para pontos como o prazo de entrega, juros, formas de pagamento, se é boleto, cartão ou se à vista tem algum desconto.

“Assim que for entregue, testar o produto, não gostou, não está funcionando, tem o direito de arrependimento. São sete dias para que o consumidor receba o produto, faça o contato com a empresa e realize a devolução. Como o consumidor só teve acesso no momento da entrega, ele tem o direito a essa devolução. Então, caso o consumidor, nesse prazo, não consiga o contato com o fornecedor, é importante que procure o Procon, para abrirmos uma reclamação e entremos em contato. Às vezes, a demanda é muito grande e a empresa não consegue suprir”, especificou.

Ela explica que é preciso ter atenção aos sites com propagandas e preços muito abaixo dos que são praticados no mercado. “Desconfie. Sempre olhe o site, veja se todas as letras estão escritas de forma correta. Veja também o CNPJ, que é de fácil acesso. Através dele, o Procon consegue localizar aquela empresa. Opte por comprar em lojas de grande conhecimento do público e que tenham um serviço de atendimento ao consumidor. Porque o cliente pode ligar para esse serviço”, explicou.

Prazo de trocas

Nas lojas físicas o prazo para troca, que não invalida o tempo de garantia previsto em lei, maioria delas fornece 72 horas, de três a quatro dias. “O prazo é válido, mas não anula a garantia do fabricante, que é de 30 dias para produtos não duráveis e de 90 dias para os bens duráveis”, acrescentou.

Denúncia

O Procon Sergipe disponibiliza o telefone (79) 3211-3383 e o e-mail: procon.online@sejuc.se.gov.br para a população tirar dívidas e fazer denúncias.


Por: G1 Sergipe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages